Dicas de como montar um pedalboard

Dicas de como montar um pedalboard

Antes de começar a conectar os componentes, é importante garantir que você tenha tudo o que precisa para um pedalboard totalmente funcional e de baixo ruído. É por isso que criamos este guia perspicaz, fornecendo uma série de instruções passo a passo, muitas dicas e todos os requisitos. Então, acompanhe nossas dicas de como montar um pedalboard

Como montar um pedalboard passo a passo

Existem muitos pedais de várias formas e tamanhos à sua escolha. De onda após onda de overdrive a efeitos de nicho, como moduladores de anel, o nível de pureza de escolha pode parecer um pouco intimidador à primeira vista.

 

No entanto, montar seu primeiro pedalboard não deve ser uma experiência ruim. Na próxima parte, determinaremos os pedais básicos que devemos escolher antes de construir nossa própria prancha.

Como montar um pedalboard

Os pedais estão disponíveis em vários tamanhos, o que significa que você tem poucas opções. Vamos destacar outros pontos que devem ser considerados antes de determinar o candidato ideal.

 

Pedalboard vs. Portátil – Qual é o melhor tamanho de Pedalboard?

Se você é um amador em casa e gosta de experimentar sons e gravar em seu próprio espaço, um pedal maior é mais fácil de ajustar e usar. Como você não se move muito, fica mais fácil usá-los.

 

Se você é um artista em uma pista de treino ou recital onde você é responsável pelo transporte de seu próprio equipamento, um pedal médio ou menor será mais atraente. Enquanto garante que você pode usar o efeito com confiança, um pedal menor pode fornecer melhor portabilidade. Isso é especialmente importante se você usar um dispositivo leve e compacto que será um transporte simplificado.

 

Já os mencionamos, mas nos últimos anos, os mini pedais têm se tornado cada vez mais populares. Essas placas extremamente portáteis são projetadas para acomodar 3-4 pedais de tamanho padrão ou 8-10 mini pedais. Ainda são pequenos o suficiente para serem carregados no avião como bagagem de mão.

Placa de pedal vs. Efeitos múltiplos

Se você não sabe o que é um dispositivo Multi-FX, pode perceber que pode ser uma opção mais viável para você. Basicamente, o pedal Multi-FX é uma unidade completa que pode fornecer até centenas de sons de efeitos diferentes e predefinições em um compartimento.

 

O Multi-FX é muito mais fácil de instalar e mais barato do que comprar vários pedais, pedais, cabos e fonte de alimentação. Em outras palavras, a unidade de múltiplos efeitos também pode ser restrita. Por exemplo, se houver um efeito que não pode cortar no Multi-FX, ele não pode ser substituído por um único pedal.

 

Independentemente de suas preferências, não existe certo ou errado. Os pedais Multi-FX já existem há muitos anos e, em melhoria contínua, muitos dispositivos modernos estão imitando seus pedais. Por outro lado, os pedais estão mais populares do que nunca. Portanto, sugerimos que ambas as partes dêem uma olhada e tirem suas próprias conclusões. 

Pedaleiras

O pedal é o padrão da indústria para pedais. Confiável por muitos anos, o design multi-trail do Pedaltrain permite que você instale facilmente os pedais e, ao mesmo tempo, você pode colocar os cabos por baixo para uma aparência mais limpa.

 

Os pedais de alguns pedais maiores também terão uma parte traseira elevada, o que torna mais fácil pisar nos pedais do pé traseiro. Este tipo de design tem outra vantagem porque fornece espaço suficiente para instalar a fonte de alimentação do pedal sob o pedal. Isso significa que você pode reter atributos valiosos na superfície, deixando mais espaço para pedais extras!

 

Desde o tamanho de bolso do Pedaltrain Nano até o enorme Pedaltrain Terra, ele tem uma variedade de tamanhos para atender às necessidades de quase todos os tipos de jogadores. Uma caixa de pedal macio e rígida também pode ser fornecida para proteger a natureza frágil do pedal de danos potenciais.

Como alimentar o pedal da guitarra?

A força do pedal pode ser a diferença entre o bem e o mal. Embora existam algumas maneiras de fornecer energia para a caixa do pedal, como uma fonte de alimentação dedicada ao pedal. Escolha uma fonte de alimentação que seja compativel com o uso do pedal da guitarra, seguindo as determinações e indicações de uso do fabricante do pedal. Desta forma o “casamento” da fonte com o pedal seja feito de uma maneira que não traga problema para ambos e que o músico toque da melhor maneira posível.

 

Voltagem

A tensão se refere à diferença de carga entre dois pontos. Neste caso, a fonte de alimentação e o pedal. A maioria dos pedais padrão são classificados para 9 V DC e “DC” significa “Corrente contínua”. Alguns pedais podem exigir “corrente alternada” (CA), mas na maioria dos casos eles serão equipados com sua própria fonte de alimentação.

 

Um pedal que requer 9V é provavelmente o mais comum, mas há algumas exceções. Por exemplo, pedais digitais poderosos (como delay ou reverb) podem exigir 12V ou mais por causa de seus circuitos mais complexos.

 

Para evitar danos ao pedal interno, sempre recomendamos que você verifique as especificações técnicas antes de ligá-lo. 

Corrente

A corrente elétrica é o fluxo de carga elétrica. Por exemplo, você geralmente verá este sinal exibido como “100mA” no pedal. Para pedais analógicos, como overdrive ou wah, a quantidade de corrente necessária geralmente é muito baixa. Mas, como a voltagem, os pedais digitais exigirão mais corrente para funcionar corretamente.

 

Se o pedal não receber corrente suficiente, ele não funcionará, caso contrário, seu som será prejudicado. No entanto, fornecer mais corrente ao pedal do que o necessário não afetará a operação ou o som do pedal. Portanto, se você fornecer 300mA de corrente para o pedal quando a corrente consumida no pedal for de apenas 20 mA, pode trazer sérios problemas no momento que estiver tocando. 

 

Se você ficou com alguma dúvida, comente abaixo na nossa área destinada aos comentários. Responderemos o mais breve possível. 

 

No nosso artigo de hoje mostramos dicas de como montar um pedalboard, se você possuir mais alguma dica, nos mande por comentário, ficaremos felizes saber quais são as suas dicas para ajudar as pessoas à montar um pedalboard. 

 

Agora que voce ja sabe sobre o que é um pedalboard e sua importancia, Confira nosso curso de guitarra online.

Tags: | | |

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *