Blog


 

A guitarra é um dos instrumentos musicais preferidos no mundo inteiro, principalmente para os apaixonados por rock. Os músicos mais famosos sonham com a melhor guitarra, mas também prezam por ter uma coleção em casa. Mas, você sabe qual é a guitarra mais cara do mundo?

Nesse texto, você vai conhecer o top 10 e descobrir qual é a guitarra mais cara do mundo. A lista foi feita com base na pesquisa do site top10mais.org. 

Pronto para atualizar a sua lista de instrumentos dos sonhos com a guitarra mais cara do mundo? Então, vamos lá!

Conheça a guitarra mais cara do mundo 

10° lugar – Fender Broadcaster 1949 – US$375.000

Produzida pelo construtor de instrumentos musicais, Leo Fender, foi uma das guitarras mais vendidas em 1994. Hoje em dia, custou US$375.000 dólares para um colecionador. 

Não podemos deixar de destacar a importância de Leo Fender para o cenário musical. Além de produzir a Fender Broadcaster, ele também foi o responsável por lançar outros modelos de guitarras famosos, como a Telecaster, por exemplo. 

9° lugar – Eric Clapton´s 1996 Fender Stratocaster – Valor estimado de US$455.000

Esse modelo foi construído em comemoração ao aniversário de 50 anos da Fender. A guitarra possui uma camada de ouro de 27 quilates e foi vendida em 1997 por US$455.000. 

8° lugar – John Lennon and George Harrinson´s 1964 Gibson SG – Valor estimado de U$570.000 

Essa guitarra já foi tocada por três dos melhores músicos do mundo. Primeiro, George Harrison utilizou o instrumento para gravação do disco Revolver. Depois, John Lennon para o álbum The White. 

Anos depois, a guitarra foi passada para George Peter Ham, guitarrista da banda Badfinger. Quando o artista faleceu, o instrumento foi vendido por US$570.000, em 2004. 

7° lugar – Stevie Ray Vaughan´s 1965 Fender Stratocaster – Valor estimado de US$623.500

A esposa de Stevie Ray Vaughan deu a guitarra de aniversário para ele em 1980. O instrumento foi um dos símbolos do blues até 1990. Em 2004, foi vendida para caridade por US$623.500. 

6° lugar – Eric Clapton´s 1939 Martin – Valor estimado de US$791.500

O violão foi vendido pelo guitarrista Eric Clapton com o objetivo de arrecadar fundos para um Centro de Reabilitação em Antigua, no Caribe. 

5° lugar – Eric Clapton´s 1964 Gibson ES-335 – Valor estimado de US$847.500

A guitarra foi tocada por Eric Clapton, músico e colecionador que transformava instrumentos em raridades. Além disso, é o modelo Gibson de guitarra mais cara do mundo

4° lugar – Eric Clapton´s Fender Stratocaster – Valor estimado de US$959.000

Eric Clapton foi dono dessa guitarra de 1973 a 1985. Mas, em 2004, o modelo foi vendido em um leilão beneficente por US$959.000

3° lugar de guitarra mais cara do mundo – Bob Marley´s Custom Washburn Hawk – Valor estimado de US$1,2 milhão 

Junto com o terceiro lugar, começamos a encontrar as guitarras que custam mais de um milhão de dólares!

Um dos patrimônios culturais da Jamaica, país onde Bob Marley nasceu, é hoje um dos modelos de guitarra mais cara do mundo

2° lugar de guitarra mais cara do mundo – Jimi Hendrix´s 1968 Fender Stratocaster –  Valor estimado de US$2 milhões

Essa guitarra foi usada no Festival Woodstock, em 1969, por Jimi Hendrix. Foi comprada em 1998 por um dos executivos da Microsoft, Paul Allen. 

A guitarra mais cara do mundo – Reach Out To Asia Fender Stratocaster – Valor estimado de US$3,6 milhões

É estranho encontrar esse modelo no primeiro lugar da lista de guitarra mais cara do mundo, não é? Mas, há um motivo muito nobre por trás. 

A guitarra foi vendida por US$3,6 milhões de dólares em 2005 para arrecadar dinheiro destinado a ajudar vítimas de um tsunami que atingiu o continente asiático. Dessa forma, o grande valor pôde ajudar um número enorme de pessoas que necessitavam de auxílio. 

Então, o que achou da lista com modelos de guitarra mais cara do mundo? Qual você queria ter aí na sua casa? Deixe nos comentários!






 

Quando estamos aprendendo a tocar violão, temos dificuldades em tocar músicas mais difíceis, o que é completamente natural no início. Por isso, precisamos aprender as técnicas tocando músicas com capotraste fáceis. 

Nesse texto, você vai encontrar diversas músicas com capotraste fáceis dos mais diferentes gêneros musicais. Assim, além de desenvolver as técnicas, você também pode aprimorar seus conhecimentos em todos os estilos. 

Preparado para aprender? Então, vamos lá!

As melhores músicas com capotraste fáceis 

Just the way you are – Bruno Mars

A música é perfeita para tocar somente com voz e violão. Por isso, é bem tranquila tanto para tocar em casa como também em outras ocasiões. 

Além disso, Just the way you are possui poucos acordes e nenhuma pestana. Sendo assim, é possível usar o capotraste na quinta casa. 

Used to love her – Guns N’ Roses

Os fãs de hard rock podem ficar felizes, pois é super fácil tocar essa música no violão. Ela tem apenas três acordes e nenhuma pestana. 

Que país é esse? – Legião Urbana 

Uma das maiores bandas de rock nacional, Legião Urbana não pode faltar em nenhuma playlist desse estilo, não é?

A música Que país é esse tem somente três acordes e nenhuma pestana. Inclusive, vale mencionar que essa é uma das características das músicas da banda. Sendo assim, se você gosta desse estilo, vale a pena procurar outras músicas com capotraste fáceis do Legião Urbana. 

Smells like teen spirit – Nirvana 

No começo, Smells like teen spirit pode assustar, pois contém seis acordes. Mas, pode ficar tranquilo. Cinco deles possuem o mesmo shape, ou seja, tem o mesmo formato. O outro necessita de apenas um dedo para tocar. 

Hello – Adele

O som tem um acorde com pestana e outro com baixo invertido, mas o pequeno desafio vale a pena para tocar a diva Adele no violão. 

Na verdade, a música não é difícil como você imagina. É preciso usar o capotraste na primeira casa. Além disso, os outros quatro acordes da música são sem pestana e bem simples. Viu como Hello é uma das melhores músicas com capotraste fáceis?

Músicas com capotraste fáceis: Faz um milagre em mim – Regis Danese

Para quem curte tocar música gospel no violão, Regis Danese não pode faltar. Também conhecida como Entra na minha casa, Faz um milagre em mim, em sua versão simplificada, possui seis acordes, sendo um deles com pestana. 

Party Girl – U2

Para quem curte U2 e está querendo aprender inglês, Party girl é uma das músicas com capotraste fáceis perfeitas. Ela tem só três acordes bem simples e uma letra fácil de aprender.

Músicas com capotraste fáceis: A sua maneira – Capital Inicial

Com apenas quatro acordes, essa música do Capital Inicial é simples de aprender no violão. 

Assim como Hello da Adele, A sua maneira também tem um acorde com pestana e outro com baixo invertido. Para tocar o acorde com baixo invertido da forma correta é preciso montar o acorde de sol maior e remover o segundo dedo da quinta corda. 

Photograph – Ed Sheeran 

Claro que o ruivo mais querido do cenário musical não poderia faltar nessa lista de melhores músicas com capotraste fáceis. 

Para tocar Photograph perfeitamente, tem um segredo. A afinação da terceira corda deve estar um tom e meio abaixo. Assim, ela estará na nota mi. Além disso, a música possui dois acordes com pestana. 

Músicas com capotraste fáceis: Planos impossíveis – Manu Gavassi 

Para quem acompanhou a cantora na adolescência ou para aqueles que conhecer Manu Gavassi no Big Brother 2020, Planos impossíveis é uma ótima música para quem está começando a praticar no violão. 

O som tem somente cinco acordes e nenhum deles é com baixo invertido ou pestana. 

Então, qual dessas músicas com capotraste fáceis você vai tocar primeiro? Tem outras dicas para compartilhar com a gente? Deixe nos comentários!






Quem nunca quis nascer sabendo como improvisar bem na guitarra? Mas, assim como em qualquer outra opção ou hobby, só vamos chegar a esse estágio treinando bastante.

Por isso, criamos esse texto com algumas dicas que vão te ajudar a entender como improvisar bem na guitarra. Nossas dicas podem servir tanto para quem ainda está começando, como também para aqueles que já arriscaram os improvisos, mas acham que podem melhorar.

Pronto para começar a se tornar o mestre do improviso na guitarra? Então, vamos lá!

Como improvisar na guitarra?

Aqueles que já tocam guitarra há algum tempo, adoram improvisar em solos do instrumento. Mas, o que esse improviso realmente significa?

A arte de improvisar é fazer algo que não foi ensaiado antes. No caso da guitarra, é criar uma melodia nova seguindo padrões da música, como tonalidade, ritmo, harmonia, etc. 

Agora que você já sabe o que esse termo quer dizer, chegou o momento de aprender como improvisar bem na guitarra

Dicas de como improvisar bem na guitarra

Tenha ouvido analítico 

Essa dica é uma das mais fáceis de seguir. Basicamente, ela consiste em algo que você provavelmente adora fazer: ouvir música. Mas, não é ouvir música como você está acostumado. 

Primeiro, você deve ouvir diversos estilos de música. Dessa forma, você irá aprender mais técnicas que também podem ser usadas no gênero musical que você mais gosta de tocar. 

Em segundo lugar, você também precisa ouvir as músicas com o ouvido analítico. Em outras palavras, perceber os efeitos sonoros usados nas músicas e na guitarra. Assim, você terá uma base de referência maior para começar seus improvisos. 

Estude a escala pentatônica 

É essencial conhecer a escala pentatônica antes de saber como improvisar bem na guitarra. Sendo assim, você precisa aprender executar essa técnica por todo o braço da guitarra e em suas cinco formas.

Além disso, também vale conhecer a escala de blues e a escala maior para dominar a arte do improviso. Há outros modos que podem auxiliar o processo, dependendo dos seus estilos musicais preferidos. 

Aprenda técnicas de guitarra

Um dos segredos de como improvisar bem na guitarra é conhecer as técnicas do instrumento o máximo possível. 

Sendo assim, aposte em estudar técnicas fundamentais, como palheta alternada, tapping, hammer-on, pull-off, sweep picking e slide. 

Determine uma frase ou ideia principal 

Escolher um ideal principal pode ajudar muito no começo das suas improvisações. Isso acontece porque você não precisa criar algo do zero, e sim baseado nessa frase principal. Dessa forma, seus solos não vão ficar repetitivos ou cansativos. 

Procure backing tracks

Estudar em conjunto pode fazer toda diferença no seu aprendizado musical, mas como fazer isso sozinho em casa? Com as backing tracks!

Você pode encontrar backing tracks de níveis, instrumentos e estilos musicais diferentes. Lembre-se que, nesse momento, vale a pena sair da sua zona de conforto para praticar o improviso. 

Você pode encontrar diversas backing tracks na internet com um preço bem em conta ou até mesmo de graça. 

Aprenda pattern 

Também conhecido como padrões melódicos, o pattern é uma sequência de notas que juntas soam de maneira coerente e harmoniosa. Dessa forma, seus solos improvisados não vão parecer uma sequência de escalas.

Além disso, a técnica melhora a rapidez e precisão do músico, e assim, ele ganha mais liberdade para improvisar. 

Pronto para aprender na prática como improvisar bem na guitarra? Se ficou com alguma dúvida, deixe nos comentários. Nossa equipe irá responder o máximo possível






Tocar um instrumento é uma atividade que nos deixa mais leves, descontraídos e conseguimos mostrar para nós mesmos que temos capacidade para fazer tudo que sentimos vontade. Por isso, uma das melhores sensações é descobrir como fazer um solo de guitarra.

Quando ainda estamos engatinhando no mundo da música, o solo parece algo muito difícil. Mas, desenvolvemos esse texto com um passo a passo simples para você aprender como fazer um solo de guitarra bem rápido. 

Para isso, basta que você tenha consciência do seu nível musical e conte com a ajuda da tablatura do solo. 

Pronto para aprender? Então, vamos lá!

Passo a passo de como fazer um solo de guitarra

Primeiro passo: conheça muito bem o solo 

A primeira etapa é bem simples e prazerosa. Escute a música até você decorar o solo de cabo a rabo. Sabe quando uma música entra na cabeça e ficamos cantarolando ela o dia inteiro? Este deve ser você com o seu solo. 

Assim, você terá mais conhecimento da parte rítmica da música, o que vai te ajudar muito nas próximas etapas.

Segundo passo: procure a tablatura do solo 

Graças a internet, você não precisa se preocupar muito em conseguir a tablatura do solo. Existem diversos sites nacionais e internacionais especializados nisso. 

Então, para achar a sua tablatura, é só procurar pelo termo e o nome da música no Google. No caso das músicas internacionais pesquise pelo nome da música seguido pelo termo “guitar tabs”.

Os sites de tablatura funcionam de forma colaborativa, ou seja, os próprios usuários podem fazer o upload de suas tablaturas na plataforma. Isso significa que você precisa tomar alguns cuidados, pois nem tudo que você encontra na internet está correto. 

Para não cair nessa armadilha e acabar aprendendo o solo de forma errada, procure por músicas mais conhecidas. Assim, você terá mais chances de encontrar uma boa tablatura. 

Além disso, alguns sites permitem que os usuários deem estrelas para as tablaturas. Prefira aquelas que tenham mais estrelas do que as que têm poucas ou nenhuma avaliação. 

Terceiro passo: separe o solo em partes e comece a decorar

Aqui, já conseguimos ver o passo a passo de como fazer um solo de guitarra criando forma!

Para separar seu solo em partes, você pode escolher fazer essa divisão com base nas partes que possuem notas mais longas ou pausas. O ideal é não deixar cada parte muito longa ou muito curta. 

Feito isso, é hora de começar a decorar seu solo. Primeiro, memorize a primeira parte e depois a segunda. Quando estiver com a duas na ponta dos dedos, toque as duas em sequência, até você sentir que, além de decorar, também sabe tocar as duas partes. 

Faça isso até que tenha aprendido todo o solo. Pode usar o esquema abaixo:

  • Decore a parte 1 
  • Decore a parte 2 
  • Toque a parte 1 e 2
  • Decore a parte 3 
  • Toque a parte 1,2 e 3 
  • E assim por diante…

Quarto passo: Toque o solo de forma mais lenta

Com o ritmo do solo decorado, você já tem uma boa noção de quais notas duram mais tempo e quais delas duram menos tempo, certo?

Esse passo consiste em você tocar o solo de forma mais lenta. Assim, você consegue focar melhor no que está fazendo e aprende as técnicas necessárias de como fazer um solo de guitarra de forma mais fácil. 

Dessa forma, encaixe o ritmo do solo nas batidas do metrônomo em um ritmo mais lento do que a música original. Para descobrir qual é a velocidade do ritmo da música, pesquise pelo nome da música + nome do artista + songbpm. 

Se você não tem um metrônomo em casa, o Youtube pode te ajudar a treinar os solos. É só clicar na engrenagem que fica no canto inferior direito da tela de vídeo e diminuir a velocidade da música para 0.75 ou 0.50.

Quinto passo de como fazer um solo de guitarra: aumente a velocidade no seu ritmo e arrase!

Depois de praticar, você vai ver que consegue tocar o solo em um ritmo mais lento. Vá aumentando a velocidade do metrônomo de 10 em 10 bpm. Quando sentir que está fácil, aumente para 5 em 5 bpm. 

Não esqueça de só aumentar a velocidade do ritmo quando você estiver se sentindo pronto para isso, certo?

Assim que você conseguir tocar na velocidade normal da música, toque junto com ela! É como uma recompensa por ter aprendido como fazer um solo de guitarra, além de estar com o ouvido apto para escutar os outros instrumentos em ação. 

Pronto para praticar como fazer um solo de guitarra? Se ficou com alguma dúvida, deixe nos comentários!






TOP

MARCELO BARBOSA is proudly endorsed by:

MARCELO BARBOSA is proudly endorsed by: